Afinal, será que um rastreador danifica a bateria do veículo?

Tempo de leitura: 1 minuto

Nesse post você verá um teste prático, e concluirá se um rastreador danifica mesmo a bateria do veículo.

Para isso gravei um vídeo, utilizando o multímetro para medir o consumo de energia.

Primeiro de tudo é importante esclarecer que o consumo de energia pode variar, dependendo do estado que o rastreador se encontra.

Quando o veículo está parado, o rastreador consome menos energia, o equivalente a um led de alarme veicular.  

Mas quando o veículo está em movimento, o rastreador começa a enviar informações para o sistema, aumentando assim o seu consumo.

Porém, este aumento de consumo não é preocupante, pois se o veículo está ligado, a bateria está sendo carregada.

Além disso, mesmo consumindo mais energia, o rastreador ainda consome pouco em relação a capacidade da bateria de um veículo.

Certamente, ao assistir o vídeo, você poderá concluir se um rastreador danifica mesmo a bateria do seu veículo ou não.

Acima de tudo, é importante ressaltar que testamos um rastreador de qualidade, homologado pela Anatel.

Se você ainda tem dúvidas sobre o funcionamento e instalação de rastreadores, veja os posts abaixo que selecionei para você:

Instalação resumida para quem não é técnico.
Instalação de rastreador em motos com partida pedal

Se você quiser conhecer ainda mais sobre como o nosso sistema de gestão de veículos pode lhe ajudar, clique em nossa página: Contele Rastreador.

Espero que você tenha gostado de mais esse post.

Muito obrigado e até breve!