Telemetria Avançada, Aceleração Brusca e Outros: Isso é realmente importante?

Telemetria Avançada, Aceleração Brusca e Outros: Isso é realmente importante?

A telemetria avançada, aceleração brusca e outros, são realmente importantes para uma boa gestão de frotas?

Nesse post, vamos conversar sobre esses tópicos e avaliar seu grau de importância:

Localizador, Rastreador, Monitoramento e Telemetria

Durante vários anos de experiência, testes e depoimentos de outros gestores sobre telemetria avançada, eu pude conhecer na prática o que funciona, e entender muito sobre o assunto.

Mas, antes de passar a minha visão sobre a telemetria avançada, aceleração brusca e outros, acho importante diferenciarmos o que são os itens abaixo:

  • Localizador;
  • Rastreador;
  • Monitoramento;
  • Telemetria.

O que é um localizador?

O localizador é um equipamento com um único objetivo: Localizar o veículo.

Normalmente, ele funciona por SMS, utilizando um equipamento que é instalado no veículo.

Para descobrir a localização do veículo, como por exemplo em caso de roubo, o dono envia um SMS para o localizador e ele retorna com a coordenada do veículo.

O que é um rastreador de veículo?

O rastreador é também um localizador, porém é dinâmico.

Ou seja, você consegue acompanhar o movimento do veículo pelo computador ou smartphone.

Rastrear vem de Rastro, você pode ver todas as rotas feitas pelos veículos da sua Frota.

O sistema de rastreamento, normalmente, fornece o histórico por onde o veículo passou.

Cada sistema terá um nível de detalhe diferente do outro.

O que é um sistema de monitoramento?

Um sistema de monitoramento fornece informações além do rastreamento.

O objetivo é monitorar em tempo real tudo que acontece com o veículo.

O monitoramento, além de informar a localização e histórico do veículo, normalmente informa se ele está ligado ou desligado, a velocidade atual, entre outras coisas.

Muitos sistemas de rastreamento e monitoramento acabaram sendo nomeados pelo mercado como Rastreamento, apenas.

O que é telemetria?

Tecnicamente falando, a telemetria é uma tecnologia de medição à distância e sem fio, que normalmente utiliza chip telefônico para enviar informações do veículo diretamente para o Sistema de Gestão de Frota.

A telemetria está presente nos sistemas de rastreamento e monitoramento.

As medições mais básicas que podemos ter com a telemetria são:

  • Estado do veículo (ligado ou desligado);
  • Velocidade do veículo;
  • Odômetro do veículo;
  • Motorista que está dirigindo o veículo.

A telemetria é importante?

Visto o significado de telemetria, faço a pergunta e respondo logo em seguida: telemetria é importante?

Sim!

Informações como a velocidade do veículo, odômetro, rastreamento, por exemplo, são essenciais para o gestor de frota tomar decisões.

O que é Telemetria Avançada?

Alguns sistemas de Rastreamento e monitoramento utilizam a telemetria avançada.

Normalmente, quando alguém fala Telemetria ao invés de rastreamento, ela está se referindo a uma telemetria avançada. 

Em geral, a telemetria avançada entrega informações como:

  • RPM (Conta Giro Motor);
  • Temperatura do motor;
  • Pressão dos pneus;
  • Abertura de portas;
  • Curvas, acelerações e freadas bruscas.

Geralmente, essas informações são obtidas conectando sensores no local, ou através da leitura da porta CAM no plug OBD2 do veículo.  

Através da porta CAM, é possível coletar as informações do computador de bordo do veículo. 

Para obter informações de acelerações e freadas bruscas, é utilizado um tipo de equipamento que usa uma tecnologia chamada acelerômetro.

Teoricamente, através do Acelerômetro é possível identificar Curvas, acelerações e freadas bruscas.

Esse conjunto de informações é conhecido como Driver Behavior, que identifica o movimento do aparelho no veículo.

Em um post do blog, eu explico o que é e como funciona o Driver Behavior:

Você Sabe o que é Driver Behavior?

Mas o sistema Driver Behavior é confiável?

Na teoria, Driver Behavior, tem o objetivo de analisar comportamentos inapropriados do motorista no volante, mas na prática não funciona tão bem assim.

O acelerômetro é um equipamento muito sensível ao movimento e, por mais que o motorista tenha uma conduta exemplar no volante, o equipamento pode passar informações erradas.

E por quê?

No Brasil, temos muitas estradas esburacadas e com falhas, o que gera muito movimento dentro do veículo.

Por mais que o acelerômetro esteja bem fixado no veículo, ele pode registrar esses movimentos, por conta das más condições da pista, como aceleração e freada brusca.

Em veículos pesados, como o caminhões e ônibus, a situação se agrava, já que eles naturalmente balançam mais. 

Não dá pra considerar que a mesma configuração de um Driver Behavior vai funcionar em veículos diferentes.

No Contele Rastreador, fizemos vários testes e chegamos a conclusão que não é confiável passar esses dados. 

Além disso, você não precisa da telemetria avançada para ter bons resultados na sua Gestão de Frota.

Por que usar telemetria avançada não vale a pena?

Você convence a diretoria a comprar o sistema de telemetria mais avançado, e quando abre o relatório dele se depara com isso:

image004

Por mais que você tenha informação de tudo, você não tem tempo para analisar todas elas individualmente.

No fim, você acaba perdendo datas de manutenção preventiva, análises de rotas, consumo de combustível, entre outras coisas.

Com todas essas perdas, de que adianta saber que um motorista excedeu o RPM?

No quê o gestor de frota deve focar?

A pergunta chave que você tem que se fazer é:

Como vou reduzir os custos e aumentar a produtividade da minha frota?

Vamos concordar que o gestor de frota não tem tempo para fazer micro gerenciamentos e, por isso, deve focar seus esforços no que realmente vai trazer resultado para a empresa.

E, de acordo com o que eu pude observar e trocar experiências com centenas de empresas e gestores de frotas, o foco deve ser:

  • Velocidade máxima;
  • Velocidade média;
  • Consumo médio de combustível.

O foco nesses 3 parâmetros refletirá diretamente na redução de acidentes, multas e manutenções.

Em um post do blog, eu explico porquê devemos ter o foco direcionado para itens que irão trazer resultados:

Gestão de Frotas, menos é mais

Foque sua gestão no que realmente importa

Vimos neste post, que na prática, um bom sistema de rastreamento e monitoramento entrega as informações importantes para o gestor de frota, deixando ele livre para analisar os relatórios e exercer outras atividades. 

Conheça como o Contele Rastreador, pode te ajudar. Com ele você terá a informações precisas e confiáveis sobre tudo o que é necessário para sua frota.

Além de localizar os seus veículos, ver as rotas, ajudar na manutenção, você ainda terá informações de mais de 5 eventos diferentes em tempo real.

Além disso você vai gerenciar os abastecimentos, controlar as manutenções, fazer o checklist online e identificar os condutores pelo APP do motorista.

Conheça os recursos de Contele Rastreador e conclua você mesmo se é necessário investir em uma telemetria avançada para reduzir seus custos e aumentar a produtividade da sua frota.

Facilite a sua gestão de veículos com Lives semanais

Se você é gestor de frotas ou simplesmente cuida dos veículos da empresa, e gostou do conteúdo deste post, gostaria de deixar um convite:

Inscreva-se nas Lives Semanais sobre Gestão de Frotas, e aprenda métodos e técnicas, gratuitamente, que vão potencializar a sua gestão de veículos e condutores, reduzindo custos e aumentando a produtividade.

Receba conteúdos no seu celular

Além disso, você pode receber todos os conteúdos novos diretamente no seu celular.

Basta clicar no botão abaixo e nos enviar a mensagem, que iremos te enviar um aviso sempre quando sair um conteúdo novo.