Como a Manutenção Preventiva dos Veículos ajuda na Segurança do Trânsito

Como a Manutenção Preventiva dos Veículos ajuda na Segurança do Trânsito

A manutenção preventiva dos veículos tem total relação com segurança no trânsito.

Segundo pesquisa do Instituto Scaringella, a falta de manutenção preventiva é a responsável por triplicar os riscos de acidentes de trânsito.

Com a experiência que venho acumulando nos últimos 5 anos, vejo que as empresas com frotas de veículos cometem um erro que não percebem.

A manutenção da sua frota serve apenas para manter o veículo funcionando, ou ela também tem relação com a segurança no trânsito?

Para falar sobre esse assunto, estive no palco do PARAR On the Road, um dos maiores eventos de gestão de frotas do Brasil:

Manutenção Preventiva dos Veículos não é uma realidade para muitos

A maior parte das frotas corporativas no Brasil são de pequenas empresas.

Nessas pequenas empresas, com no máximo 5 veículos, nem sempre temos a função de “gestor de frotas”.

Além disso, a empresa nem sempre tem a função de “motorista”, pois quem conduz o veículo é o próprio técnico, prestador de serviço ou vendedor.

Em empresas como essas, às vezes, a manutenção preventiva dos veículos não existe. 

Isso não quer dizer que a empresa não se preocupa com isso.

Vou usar o exemplo de uma empresa que faz manutenção de ar condicionado.

Essa empresa sabe mais do que ninguém que, para manter algo funcionando e evitar acidentes, é necessário um plano de manutenção, certo?

Na prática da manutenção preventiva da frota, a resposta pode ser diferente. 

A empresa tem uma agenda cheia e, mesmo que uma manutenção de veículo seja agenda, pode aparecer um OS urgente que torne o uso do veículo necessário.

Assim, a manutenção preventiva agendada se torna segundo plano, e pode até ser esquecida.

A realidade é que, em muitas empresas, a manutenção só é feita quando o carro para de funcionar, o que é conhecido como manutenção corretiva, que tem mais custos e geram possíveis problemas, como acidentes.

Quais as consequências da falta de manutenção preventiva?

Como já mostrei anteriormente, a falta de manutenção preventiva é a responsável por triplicar os riscos de acidentes de trânsito.

A mesma pesquisa do Instituto Scaringella, aponta que a falta de manutenção preventiva está relacionada a cerca de 30% dos acidentes urbanos e rodoviários no Brasil.

No país que tem 45 mil mortes no trânsito por ano, a manutenção preventiva de carros não pode ser deixada de lado!

Gravei um vídeo para o canal Tudo sobre Gestão de Frotas, que mostro como segurança no trânsito é algo importante, e não pode ser considerado um assunto chato nas empresas:

A manutenção e bom funcionamento dos veículos não beneficia apenas a segurança no trânsito, mas também os recursos da empresa.

Além dos custos de um acidente, a manutenção preventiva custa, em média, 30% a menos que a manutenção corretiva.

A simples calibragem correta da pressão dos pneus, conforme estudo do Observatório Nacional de Segurança Viária, reduz em até 4% o consumo de combustível.

Quais os itens você deve dar atenção na manutenção preventiva?

Um centro de estudo de colisões dos EUA, McCarthy Collision Centers, juntou alguns especialista para estudarem quais itens aparentemente simples dos veículos que, com falta de manutenção, causam mais acidentes.

Vou listar os principais aqui:

  • Sistema elétrico do veículo;
  • Limpador de para-brisa;
  • Desgaste e pressão dos pneus;
  • Nível do fluído de freio;
  • Trocas do óleo do motor;
  • Nível do óleo da transmissão;
  • Estados dos freios;
  • Filtros de ar;
  • Faróis, lanternas e setas.

Fazer a checagem desses itens, com periodicidade e constância, já pode evitar diversos acidentes na sua frota, poupar vidas e recursos.

Uma forma simples de fazer essa checagem é o Checklist do Veículo.

Trata-se de uma série de verificações, a maior parte delas simplesmente visuais, e que deverão ser feitas antes do uso do veículo, durante, e após sua utilização.

Tudo isso ficará em uma folha, e é recomendado que o motorista da frota preencha cada vez que utilizar o veículo.

Com isso, você irá saber se os veículos estão em boas condições, encontrar problemas e aumentar a vida útil de itens importantes.

Preparamos um Modelo de Checklist do Veículo para você baixar, editar e implantar em sua empresa gratuitamente:

Nós preparamos também, um Modelo de Ficha Médica, que é basicamente uma documento com comunicação de defeitos. 

Toda vez que o carro for enviado para oficina, essa ficha deverá ser preenchida em duas vias. Uma vai para oficina e a outra deve ficar com a empresa para controle do veículo.

Mais uma vez espero ter ajudado com esse post!

Caso não seja você o responsável pela frota da empresa, compartilhe com quem é, tenho certeza que esse conteúdo ajudará muito a sua empresa.

Além disso, gostaria de deixar aqui o convite para você conhecer o meu canal sobre gestão de frotas no Youtube. 

Lá, você terá acesso a muitos conteúdos gratuitos e vídeos exclusivos.

Muito obrigado e até breve!