Tudo sobre o Controle de Jornada do Motorista: Com Dr. Roberto Maués – DIREITO RAIZ

Tudo sobre o Controle de Jornada do Motorista: Com Dr. Roberto Maués – DIREITO RAIZ

O controle de jornada do motorista faz parte dos direitos dos condutores que o gestor de frotas deve garantir que eles sejam feitos e protegidos.

Neste post, eu conversei com o advogado e dono do canal Dr. Roberto Maués – Direito Raiz.

Aqui ele explica que leis são essas, como tratá-las, e como garantir que sua empresa cumpra elas, evitando eventuais multas ou processos.

Quem é o Dr. Roberto Maués

Roberto Maués é professor universitário de Direito, tem uma advocacia que presta serviços para diversas áreas de atuação, e ele é especialista em direito Logístico.

Por meio do Youtube, encontrou uma oportunidade de externalizar o seu conhecimento para quem não tem acesso a uma faculdade ou através de uma contratação direta de um advogado.

Com isso, surgiu o canal Roberto Maués – DIREITO RAIZ, que aborda temas de situações corriqueiras, como direito do consumidor, multas de trânsito, etc.

Clique aqui e inscreva-se no canal dele.

Condenação por Controle de Jornada

Para entender a importância do gestor e empresa controlar a jornada de trabalho do motorista, é necessário conhecer as consequências da falta dela.

Na minha pesquisa para escrever o post, encontrei esta notícia:

Fonte: Rota Jurídica

Essa foi apenas uma de várias outras notícias e depoimentos que encontrei pela internet.

E por isso, agora vamos entender como evitar esses processos.

Leis que o gestor de frotas precisa se atentar para o Controle de Jornada do Motorista

A principal lei que toda empresa com condutor deve saber é a Lei N°13.103, a Lei do Motorista.

Nela, é explicado que o motorista precisa ter como jornada 8 horas por dia, sendo que ele não pode ultrapassar mais de 5 horas seguidas no volante.

Motoristas que dormem fora de casa, têm o direito de descanso por dia de 11 horas, sendo que 8 horas devem ser feitas seguidas, 1 hora de almoço, e o restante ele pode fracionar da forma que achar melhor.

“Atualmente, a forma mais eficiente e recomendada pelo Tribunal Superior do Trabalho para fazer o controle de jornada do motorista, é através de um sistema eletrônico de monitoramento, ou então um sistema de rastreamento.”

Dr. Roberto Maués

Entre outras informações que o gestor de frotas não pode deixar de saber, sobre o controle de jornada do motorista são:

  • Horas extras por dia de até 2 horas;
  • Em casos de negociações, as horas extras podem ser estendidas em até 4 horas;
  • Horas noturnas se iniciam às 22 horas e se encerram às 5 horas da manhã;
  • Limites de condução seguidas, entre outras informações podem variar de acordo com onde você se encontra no Brasil; procure informações detalhadas em órgãos do seu Estado.

“Meus motoristas cumprem 7h e 20min por dia, isso pode me gerar algum problema no futuro?”

Durante a live, abrimos espaço para o Dr. Roberto responder as perguntas pelo chat ao vivo.

Entre elas, foi perguntado se, mesmo com o motorista cumprindo 7 horas de trabalho por dia, isso poderia gerar algum problema no futuro.

“Dizer que cumpre o horário é uma coisa, comprovar é outra.” 

Dr. Roberto Maués

“Em um processo, o tribunal vai pedir por provas do cumprimento daquele horário, e nesses casos, os documentos não vão adiantar muito. É necessário apresentar provas por meio do monitoramento de um rastreador, por exemplo.”

Dr. Roberto Maués

Além disso, o gestor precisa comprovar que o motorista não ultrapassou as 5 horas de condução seguidas.

Leia também: O que o melhor sistema de rastreamento deve entregar a sua gestão de frota

Banco de horas para motoristas

Antes da última reforma trabalhista feita em 2017, o banco de horas só era permitido ser realizado através de instrumento coletivo de trabalho, ou seja, um acordo.

Hoje em dia, existe a possibilidade de se fazer um contrato individual de trabalho entre patrão e empregado, e então permitir isto.

No entanto, isto será permitido desde que o Ministério do Trabalho esteja de acordo e com o sindicato.

Quero fazer o controle de jornada do motorista

Após este conteúdo, caso você ainda não tenha uma forma de controlar a jornada de trabalho do motorista, eu te convido a utilizar um sistema de gestão de frotas.

Como o Roberto disse, através de um sistema de rastreamento você terá toda 100% de certeza que a empresa e o motorista estão cumprindo com seu horário.

Por isso, aproveite e faça um orçamento sem compromisso para o Contele Rastreador, e além do controle de jornada, ganhe diversos outros benefícios que irão tornar sua frota muito mais econômica.

Facilite a sua gestão de veículos com Lives semanais

Se você é gestor de frotas ou simplesmente cuida dos veículos da empresa, e gostou do conteúdo deste post, gostaria de deixar um convite:

Inscreva-se nas Lives Semanais sobre Gestão de Frotas, e aprenda métodos e técnicas, gratuitamente, que vão potencializar a sua gestão de veículos e condutores, reduzindo custos e aumentando a produtividade.

Participe da Comunidade Frota Para Todos no WhatsApp

Além de poder trocar informações e experiências com gestores de frotas, você pode receber todos os conteúdos novos do blog e canal do Youtube diretamente no seu celular.

Basta clicar no botão abaixo e entrar no grupo, é totalmente grátis!

P.S.: Temos regras no grupo para manter o foco na gestão de frotas, portanto ao entrar veja a descrição e aproveite muito a nossa comunidade!