Preço do Rastreador Veicular: Economizar na solução pode sair caro

Preço do Rastreador Veicular: Economizar na solução pode sair caro

Muitas empresas consideram o preço do rastreador veicular o principal fator antes de contratar uma solução.

Isso acontece, quando a empresa considera o rastreador veicular como um custo, e não como um investimento, logo se procura o mais em conta no mercado.

Existe, de certo modo, uma generalização dos sistemas de rastreamento, como se todos fossem iguais.

Gravei um vídeo no meu canal sobre gestão de frotas, com o objetivo de mudar a sua forma de analisar o preço na hora de contratar uma solução de rastreamento de frotas.

E se você está pensando: ‘’Vish, a solução dele deve ser a mais cara!’’

Sim, você quase acertou! O nosso valor não é o mais barato, mas é um dos que mais valem a pena!

Fiz um vídeo sobre o preço do rastreador veicular para o meu canal, e recomendo muito que você assista:

O que acontece quando as empresas procuram um rastreador para frota

Quando surge a ideia de contratar um rastreador veicular para a frota, algumas empresas tomam a seguinte ação:

‘’Passe para o setor de compras fazer a cotação com diversas empresas.’’

Esse é o normal, e não existe nada de errado com isso.

A questão é que, por uma lógica simples de cotações, as empresas primeiro consideram os preços mais baixos, e não se atentam fator principal: o valor que o produto gera para a empresa.

Por exemplo, quando uma empresa chega para contratar o nosso sistema de rastreamento, Contele Rastreador, a primeira pergunta que fazem é: ‘’Qual é o preço?’’

O nosso preço, dependendo da solução que o cliente precisa, pode ficar por volta de R$ 70/mês por veículo.

Como é um mercado com diversas empresas oferecendo soluções, o mesmo cliente pode receber uma cotação de até R$ 50/mês por veículo.

Isso representa R$ 20/mês de diferença por veículo, e em uma empresa de 10 veículos por exemplo, a diferença total seria de R$ 200/mês.

Qual o impacto de valor no custo total da frota?

O impacto é de 0,5% no custo total da frota! Porém, as reduções de custo com o nosso sistema podem ultrapassar a 20% desse custo.

Essa diferença de R$200/mês é mínima no custo final da frota, que no exemplo dos 10 veículos, pode chegar a R$40.000/mês. (R$4.000/mês por veículo)

Se você duvida desse custo, basta baixar a planilha que criamos de Custo do Veículo, e simular para a sua empresa. No exemplo da planilha, usamos os dados abaixo:

Um Gol 1.0, que roda em média 3.000 km/mês, com o valor de compra de R$40.000, que é trocado a cada 2 anos de uso.

Os principais custos fixos considerados são: depreciação; remuneração do capital; taxas e impostos; seguro opcional.

Existem custos variáveis também, como combustível, óleo do motor, limpeza, pneus, manutenção, etc. Além dos custos fixos e variáveis, é importante considerar ao menos 5% de custos administrativos.

Ao final, você verá que o custo desse veículo para a empresa pode chegar até R$4.000/mês.

Então, qual deve ser a preocupação da empresa?

A primeira preocupação da empresa deve ser sempre se a solução que está contratando, funciona ou não.

Isso não só para rastreador veicular, mas sim para qualquer tipo de solução ou sistema.

Pagar R$50/mês em uma solução que não funciona, ou que corre o risco de fornecer alguma informação errada, com certeza sairá muito mais caro para a sua empresa.

Tendo isso em mente, a preocupação da empresa daqui para frente deve ser:

  • Eu estou contratando uma solução que realmente funciona?
  • Quanto tempo essa solução vai me economizar?
  • Qual a economia financeira que ela vai trazer para minha frota?
  • Qual é a confiabilidade dessas informações que ela me fornece?
  • Como que é o suporte e o atendimento da empresa?

São esses pontos que você precisa se preocupar, e não apenas com a diferença de preço entre os produtos.

Qual é a economia que uma solução que funciona pode proporcionar para a sua empresa?

Ainda sim, terão alguns que não aceitarão o investimento mensal em um sistema de rastreamento que custe R$ 70/mês.

Acontece que a contratação de um sistema que funciona, proporciona diversas economias para a empresa, a principal delas é a redução dos gastos com combustível.

Um veículo rastreado e monitorado por um gestor, não é mais utilizado para fins particulares, e passa a ter uma condução mais segura.

Além disso, os custos com multas, manutenções e números de acidentes caírão drasticamente.

A simples e certa redução do consumo de combustível, por si só, já paga o investimento em um sistema de rastreamento.

Se você tem curiosidade de qual seria a sua economia com o Contele Rastreador, vou deixar aqui uma calculadora de economia que criamos para te ajudar a mensurar se vale a pena ou não para a sua empresa.

Mais uma vez espero ter ajudado com esse post!

Caso não seja você o responsável pela frota da empresa, compartilhe com quem é, tenho certeza que esse conteúdo ajudará muito a sua empresa.

Além disso, gostaria de deixar aqui o convite para você conhecer o meu canal sobre gestão de frotas no Youtube.

Lá, você terá acesso a muitos conteúdos gratuitos e vídeos exclusivos.

Muito obrigado e até breve!