O que todo motorista gostaria de falar para o Gestor de Frotas – Entrevista com Madurera

O que todo motorista gostaria de falar para o Gestor de Frotas – Entrevista com Madurera

Uma das principais falhas do gestor de frotas é se colocar no lugar dos motoristas para entender as reais dificuldades e necessidades do dia a dia de quem está na linha de frente da operação da empresa. 

Neste post, eu trouxe o Madurera, Motorista e gestor de frotas experiente, para falar o que muitos motoristas pensam mas não falam sobre 5 pilares da gestão de frotas.

Você sabe o que o seu motorista pensa sobre sua gestão?

Essa reflexão é importante para você entender sobre alguns problemas que a empresa deveria resolver para melhorar o trabalho dos condutores dos veículos.

E para essa reflexão ficar bem clara, vamos abordar alguns pilares de uma boa gestão de frota e dar exemplos dentro de cada um:

1. Economia de Combustível

Quando falamos em redução de custos em uma frota, a primeira coisa que vem em mente é na economia de combustível.

De fato, o combustível é o maior gasto de qualquer frota, e qualquer gota de gasolina faz a diferença no final de 1 ano.

Entre as ações e ordens que um gestor de frotas pode dar para um motorista reduzir o uso de combustível, estão:

  • Conduzir o veículo de forma conservadora;
  • Não ultrapassar o limite de velocidade da política de frotas;
  • Abastecer sempre em postos credenciados.

No entanto, muitas empresas ainda não dão boas condições de trabalho para que os motoristas façam a média de consumo desejada, desmotivando muitos deles.

E que condições são essas?

“Treinamento de direção, veículos com manutenção em dia e metas alcançáveis são essenciais para uma economia eficaz de combustível.” Madurera.

Leia também: Utilizando um Sistema de Rastreamento NA PRÁTICA  para Redução de Combustível na Frota

2. Acidentes com e sem culpa

Nenhuma frota está isenta de acontecer acidentes, e dentro dela, existem 2 tipos de acidentes:

  • O com culpa do motorista;
  • O sem culpa do motorista.

Existem acidentes que acontecem sem ser a culpa do motorista, no entanto, ele acaba sendo fichado que esteve presente em um acidente de trânsito.

Isso pode acabar o prejudicando em futuras vagas de emprego.

E depois que isso acontece, é difícil reverter a situação, por isso, antes de acontecer essa situação, o gestor de frotas precisa se precaver.

E como mudar essa situação?

Por meio de treinamentos, feedbacks e acompanhamento constante dos relatórios dos motoristas.

Eu por exemplo, já conversei com gestor que ignorava os excessos de velocidade dos condutores, ao invés de tomar medidas preventivas.

“O acidente não acontece de uma hora para outra, ele vem acontecendo.”

Madurera

Veja na live outras frases importantes citadas pelo Madureira para o gestor de frotas.

3. Absenteísmo

Um dos grandes problemas de uma empresa é a falta não justificada.

No entanto, muitas dessas faltas poderiam ser evitadas se houvesse mais diálogo entre o gestor e motorista.

A falta de flexibilidade do gestor de frotas com horários pode acabar prejudicando o fluxo da frota, por exemplo:

Imagine que o condutor tenha uma consulta médica marcada para segunda (dia de trabalho), e ele pede para trocar o dia de folga dele de domingo para segunda para não faltar.

Por conta da inflexibilidade do gestor, ele não faz nenhuma alteração, resultando em uma falta não justificada, até o momento de entregar o atestado.

4. Disciplina

Cobrar disciplina do motorista quando o próprio gestor não, é um dos pontos que mais indigna os condutores de veículos.

Todos têm os seus deveres, porém, principalmente o motorista, depende que as coisas em cima estejam ok para ele fazer o seu trabalho.

“Como que eu vou cumprir com os meus deveres se o gestor não cumpre as suas obrigações? A situação fica complicada.”

Madurera

5. Multas – O controle do gestor de frotas

Multas é uma questão complicada dentro de uma empresa, porque existem duas situações:

  1. O motorista precisa respeitar o limite de velocidade da política de frota;
  2. O motorista é pressionado a fazer seu horário o mais rápido possível.

Só com isso, todo o trabalho do gestor entra em contradição, pois ou o motorista respeita os limites de velocidade, ou ele corre demais.

“Na hora de cobrar que a entrega fosse feita no tempo, você não se preocupou com a velocidade.” – Madurera.

Sendo assim, a resposta é simples: o gestor deve fazer o motorista respeitar a política de frotas.

Leia também: Gestão de Multas Eficiente com Planilha Eficiente

Assista a Live completa

Esses foram os principais tópicos abordados na Live.

A Live foi muito produtiva com muito conteúdo e muita interação com o chat ao vivo!

Clique aqui e veja agora mesmo!

Reduza os custos da sua frota com um sistema de Gestão de Frotas completo

Tenho um convite a te fazer.

Está acontecendo o Mês da Redução de Custos da Frota.

Estendemos para, você terá a oportunidade de garantir o Contele Rastreador com desconto vitalício e com 2 bônus:

  • 50% de desconto no Curso Frota Para Todos;
  • 1 consultoria gratuita com um consultor especialista do Contele Rastreador.

Essa oportunidade é limitada e exclusiva para poucos gestores.
Por conta disso, reserve a sua vaga agora por aqui.

Facilite a sua gestão de veículos com Lives semanais

Se você é gestor de frotas ou simplesmente cuida dos veículos da empresa, e gostou do conteúdo deste post, gostaria de deixar um convite:

Inscreva-se nas Lives Semanais sobre Gestão de Frotas, e aprenda métodos e técnicas, gratuitamente, que vão potencializar a sua gestão de veículos e condutores, reduzindo custos e aumentando a produtividade.

Receba conteúdos no seu celular

Além disso, você pode receber todos os conteúdos novos diretamente no seu celular.

Basta clicar no botão abaixo e nos enviar a mensagem, que iremos te enviar um aviso sempre quando sair um conteúdo novo.