Instalação de rastreador em motos com partida pedal

Tempo de leitura: 2 minutos

Os fabricantes de rastreadores e as empresas de solução em rastreamento omitem esse assunto sobre a instalação de rastreador em motos com partida pedal.

É possível instalar? Danifica a bateria ou não? Quais problemas podem ocorrer?

Nesse post vamos falar sobre tudo isso!

É importante diferenciarmos os tipos de rastreadores com o objetivo de recuperação de furto, dos rastreadores instalados para gestão de frota.

Normalmente os rastreadores para recuperação de veículos não possuem fios, eles possuem uma bateria própria, que dura em torno de 3 anos, e são acionados apenas em caso de algum sinistro.

Já os rastreadores para gestão de frota se comunicam frequentemente com o sistema de gestão, com necessidade de serem ligados à bateria do veículo.

Alguns deles também tem uma bateria interna. Porém, é para rastreador o veículo por algumas horas em caso de desligamento da bateria do veículo.

Vamos falar sobre rastreador em motos para gestão de frotas, baseados em nosso Know How.

Os rastreadores de modo geral foram projetados para consumirem pouca energia e não prejudicarem a bateria do veículo.

Veja o vídeo prático sobre consumo da bateria:

Será que o rastreador pode prejudicar a bateria do veículo?

Porém, no caso das motos, a bateria chega a ser 10x menos potente que a de um veículo de passeio.

Instalar um rastreador em motos sem partida elétrica (com pedal de partida), é possível tecnicamente.

Atualmente a potência das baterias das motos com partida pedal é de 4 amperes, contra 5 a 6 amperes das motos com partida elétrica.

Essa diferença não inviabiliza tecnicamente a instalação do rastreador em motos com partida pedal.

O problema é que os proprietários das motos com partida elétrica são obrigados a manter suas baterias em dia. Caso contrário a moto não irá funcionar!

Já as motos com partida pedal, costumam ficar com as baterias além da vida útil, com a potência muito prejudicada.

Isso acontece porque na partida pedal a bateria é pouco exigida, pois não é ela quem faz o motor de partida girar para o motor funcionar.

Quando a moto está ligada, o alternador carrega a bateria e o sistema elétrico da moto funciona normalmente.

Devido a esse cenário real, quando instalamos um rastreador em motos com partida pedal, e a moto fica um ou dois dias sem ligar (final de semana por exemplo), já é o suficiente para descarregar por completo a bateria e prejudicar o funcionamento da moto.

Por esse motivo não aconselhamos a instalação do rastreador em motos sem partida elétrica, ou seja, com partida pedal.

Se você quiser conhecer mais sobre como o nosso sistema de gestão de veículos pode lhe ajudar, clique em nossa página: Contele Rastreador.

Espero que você tenha gostado de mais esse post.

Muito obrigado e até breve!